Vanessa Barragão

Salinas de Vanessa Barragão, 2022. Fotografia: Estúdio Vanessa Barragão.

A algarvia Vanessa Barragão é uma artista têxtil focada na utilização de desperdícios, provavelmente por influência dos avós, todos eles artesãos à sua maneira e cada um com a sua arte: crochet, carpintaria,cestaria, etc.

Com licenciatura e mestrado em Design de Moda, Vanessa apercebeu-se do impacto negativo da indústria da moda no ambiente, umas das mais poluentes e aquela com a maior pegada de carbono, e que, afinal, aquela não seria exatamente a área em que pretendia seguir carreira.

Após o término do curso, e numa tentativa de se afastar da área para a qual estudou, procurou emprego na área do setor têxtil, mas numa fábrica. Após uma resposta positiva a Norte, não hesitou, fez as malas e rumou em direção ao Porto onde permaneceu durante 4 anos.

Na fábrica, procurou aprender e aprofundar os seus conhecimentos sobre o funcionamento de uma unidade de produção têxtil e as técnicas ancestrais ainda em uso. Ao se aperceber da quantidade de desperdício causado pela manufatura e o quão insustentável este era para
as fábricas, decide usar estes ‘restos’ nas suas peças e assim começar esta sua aventura.

Recebe a sua primeira encomenda em 2016 e após uma sucessão de comissionamentos, sai da fábrica e abre o seu primeiro atelier no Porto, em 2018. Em 2020, as raízes que a ligavam ao Algarve eram cada vez mais evidentes e decide regressar. Está agora mais perto das suas verdadeiras inspirações, o mar e a sua família, enquanto trabalha no seu atelier Studio Vanessa Barragão.

Living Coral (Deyalhe) de Vanessa Barragão, 2021. Fotografia: Estúdio Vanessa Barragão.>

Picos da Europa de Vanessa Barragão, 2022. Fotografia: Estúdio Vanessa Barragão.